5 dicas para manter as finanças do seu consultório em dia

destaque-blog-equipe-medica-integrada-thumb
Equipe integrada: a importância dessa característica para o bom atendimento ao paciente
18 de agosto de 2017
destaque-blog-gestao-integrada-thumb
Gestão integrada: a importância dela no consultório
4 de outubro de 2017
miniatura-blog-dicas-financas-consultorio

5 dicas para manter as finanças do seu consultório em dia

Apesar de lidar-se com a saúde humana, não podemos negar que um consultório também é um negócio e, como todo negócio, precisa ter a área financeira devidamente organizada. Desse modo, separamos cinco dicas para manter as finanças do seu consultório sempre em dia.

Saiba que, para deixar tudo em ordem, pode ser que dê algum trabalho, principalmente se houver alguma desorganização ou problema a ser resolvido nessa área. Mas, assim que tudo estiver alinhado, você colherá bons frutos!

Confira as dicas preparadas especialmente para você:

1 - Registre toda e qualquer movimentação financeira que ocorre no consultório. O fluxo de caixa, ou seja, as contas a pagar e a receber, precisam estar absolutamente corretas e em dia, e incluir até mesmo as contas que pareçam menos importantes. Não importa se foi gasto 1 real ou 1000 reais, todos os valores precisam ser registrados. Isso é importante, pois pequenas despesas quando somadas fazem muita diferença. Desse modo, não importa a extensão do gasto registre com clareza todos os dados referentes. Instrua aos seus funcionários para fazerem o mesmo.

2 - Faça a projeção do fluxo de caixa: este quesito é de extrema importância, pois por meio da entrada e saída consegue-se ter a visão geral da saúde financeira do consultório médico. Fica fácil visualizar as receitas e as despesas de um determinado período, a fim de fazer o diagnóstico da situação financeira como um todo. A projeção é justamente planejar para um período futuro a fim de saber se terá um caixa positivo ou negativo. Caso as previsões sejam boas, pode-se realizar algum investimento.

3 - Faça uma consultoria especializada: um profissional da área poderá ajudar você a entender como está a entrada e saída dos valores no fluxo de caixa. Talvez você não tenha tempo para cuidar tão bem dessa área desse modo pode transferir a responsabilidade para alguém que entende do assunto e, neste caso, dê preferência para profissionais com bagagem relacionada a consultórios médicos, a fim de que compreendam as particularidades do seu negócio.

4 - Faça um bom fundo de reserva para o consultório. Algum equipamento pode estragar, algum funcionário pode se demitir ou algum imprevisto pode ocorrer. Para todas essas situações, você precisa ter uma reserva guardada para não cair em empréstimos e financiamentos. Além disso, não se pode negligenciar quando se trata de manutenção, equipamento ou materiais referentes a um consultório médico, afinal, a vida das pessoas está em jogo.

5 - Adquira um software de gestão: ele irá automatizar todas essas tarefas e lançamentos financeiros e poderá organizar os dados de forma mais assertiva. Assim, fica difícil sair algum erro nas contas e você sabe que pode confiar em um banco de dados eficiente. Mas, logicamente, para isso é preciso adquirir um sistema de qualidade e integrado.

Com essas dicas colocadas em prática, fica muito mais fácil organizar as finanças da sua empresa, obter sucesso no mercado e ficar tranquilo para administrar outras áreas importantes do consultório médico. Não perca tempo e comece a organizar a área financeira do seu negócio agora mesmo!

Clique aqui e saiba como podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Share This