controle-de-estoque-um-assunto-importante-deixado-ao-relento_destaque
Controle de estoque: um assunto importante deixado ao relento.
17 de setembro de 2016
importancia-da-comunicacao-entre-medicos-e-pacientes_destaque
Importância da comunicação entre médicos e pacientes
20 de setembro de 2016
Happy male doctor discussing with senior patient at table in clinic

Happy male doctor discussing with senior patient at table in clinic

Como fazer o paciente se sentir bem em uma clínica

A menos que seja por um procedimento rotineiro, quando alguém vai a uma clínica ou consultório médico, provavelmente está com a saúde debilitada de alguma forma. Nos casos das clínicas de cirurgia plástica, é comum que o paciente esteja com vontade e também receio de realizar uma operação. Por tudo isso, o médico deve saber fazer o paciente se sentir bem em um local como esse. Para obter sucesso nessa tarefa, algumas dicas são muito bem-vindas!

1. Humanização

Uma das grandes queixas de muitos pacientes é em relação ao tratamento pessoal dado pelo médico, como por exemplo, não cumprimentar, não olhar nos olhos enquanto fala, demonstrar pressa em finalizar a consulta. O primeiro passo para fazer todos os pacientes se sentirem bem é ter em mente que, antes de tudo, eles são seres humanos, que precisam receber um tratamento mais cordial e afetuoso.

2. Primeiro ouvir e depois falar

Quando o paciente chegar ao consultório, lembre-se de que ele deve ser o primeiro a falar. Deixe-o dizer o que motivou a consulta e todas as suas preocupações. Demonstre atenção ao ouvir e só depois comece a fazer as suas considerações. Parece um mínimo detalhe, mas é algo que muitos profissionais esquecem e faz toda a diferença.

3. Seja claro

Independente de se tratar de uma consulta de rotina, doença grave ou procedimento estético, o médico deve ser claro, direto e transparente com o paciente ao expor a sua situação, o que ele deverá fazer e quais são os possíveis riscos que está correndo. Um adendo: ser direto, de forma alguma significa ser grosseiro, muito pelo contrário.

Se for necessário dar a notícia de que o paciente foi diagnosticado com uma doença séria, redobre a atenção. Ele precisa saber exatamente o que tem, mas a forma como a notícia será dada terá o poder de impactá-lo de forma negativa ou de incentivá-lo a fazer o tratamento adequado.

4. Primeira impressão

A sua secretária tem papel fundamental em fazer o paciente se sentir bem, pois é ela que fará o primeiro contato quando ele ligar para agendar uma consulta. Deve se mostrar prestativa e se esforçar para encontrar um horário que seja bom para o paciente. No dia da consulta, ele também deve ser bem recebido, portanto, ter um cafezinho ou até uma água para beber já faz toda a diferença.

5. Horário

Outro grande incômodo que os pacientes sofrem é em relação aos atrasos. O médico deve estar muito atento à sua agenda para que isso não aconteça. Em alguns casos acaba sendo inevitável, quando há uma emergência ou quando um paciente mesmo atrasa, por exemplo. Fora isso, procure ser o mais rigoroso possível ao cumprir os horários agendados.

6. Relacionamento

Tentar manter um relacionamento amigável com os pacientes é outro ponto importante e, para isso, o software Doctor View pode ser de grande utilidade. Uma de suas funcionalidades é voltada justamente para comunicação e relacionamento, ajudando o médico a felicitar os pacientes em datas comemorativas e até enviando lembretes para reforçar o horário da consulta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Share This