outubro-rosa_destaque
Outubro Rosa
18 de outubro de 2016
o-que-faz-o-paciente-optar-pela-sua-clinica_destaque
O que faz o paciente optar pela sua clínica?
1 de novembro de 2016
10-perguntas-e-respostas-que-todo-medico-empreendedor-precisa-se-atentar

10 Perguntas e respostas que todo médico empreendedor precisa se atentar

Quais os principais pontos, em uma pesquisa de mercado, que o médico deve se atentar quando pretende abrir o próprio consultório ou clínica?

O primeiro ponto que o médico deve levar em consideração é o tipo de serviço que ele quer oferecer e o seu público alvo. Definidos esses pontos ele pode pensar a respeito da localização e do tamanho do negócio. Ainda com relação a esses pontos o médico deve buscar entender se a região escolhida suporta o tipo de serviço e principalmente os preços que pretende praticar.

A análise criteriosa da concorrência também é muito importante.

Se você acha que tem a ideia de um grande negócio e ninguém ainda o fez, desconfie, pesquise e estude o máximo possível para não frustar expectativas.

Qual a faixa inicial (R$) ele deve investir para consultório, e para clínica (que geralmente oferece mais serviços, como exames)?

A faixa inicial do investimento varia muito pelo tipo de negócio, tamanho da clínica, estado do imóvel, quantidade de equipamentos que ele irá trabalhar, enfim, são muitas variáveis. O que vemos no mercado é que uma clínica pronta custa em média de R$ 2.000,00 a R$ 3.000,00 o m2 construido e decorado, sem contar os equipamentos médicos que variam muito dependendo da especialidade.

Depois de aberta e em funcionamento, quais os outros procedimentos que ele deve se atentar constantemente para a saúde administrativa e financeira do consultório e/ou clínica?

Controles financeiros são fundamentais e devem ser, no caso de uma clínica médica o mais simples possíveis. Médicos geralmente não gostam de números e se os controles são muito elaborados eles tem a tendência a desistir de realizar seus controles. Os processos básicos de uma clínica médica são 4:
Processo de compras;
Fechamento diário de caixa;
Fluxo de Caixa e
Controle de Metas de Faturamento.

O médico que empreende, sozinho ou com sócios: quanto costuma lucrar, em média, no início?

O prazo médio de break even de uma clínica média é de 11 a 18 meses ou seja, o momento que a clínica começa a se pagar sozinha e não depende mais de investimento dos sócios. O tempo médio de pay back ou seja, a devolução do montante investido é de 36 a 42 meses e por fim a taxa de retorno média de uma clínica médica é de 25%. Com a clínica em pleno funcionamento o médico deve buscar uma média de lucro líquido em cada procedimento de pelo menos 30 a 35%.

Quais os aspectos essenciais que o médico deve considerar em relação aos colaboradores e fornecedores que trabalharão com ele no novo espaço?

O mais importante é o médico saber exatamente o que ele espera do colaborador e deixar sempre muito claro isso não apenas no verbal, mas principalmente documentando tudo, O funcionário deve saber exatamente o por que está sendo contratado, quais são as expectativas com relação ao seu trabalho, qual o resultado esperado pela empresa e isso deve ser explicito e reforçado de forma clara e direta sempre.

Os profissionais que ele não pode deixar de contratar ou ter parcerias são: médicos, enfermeiros, secretários, profissional de rh e contador? Tem mais algum (s) essencial?

Considero que um bom administrador em alguns casos também é fundamental Vale a pena investir em um bom profissional dessa área pois como dito previamente os médicos geralmente não tem um olhar aprofundado para a gestão da clínica.

Além do prejuízo, falta de planejamento pode trazer quais problemas que impeçam a abertura e/ou sustentabilidade de um consultório e/ou clínica própria?

Entendo que a frustração de dedicar anos a uma atividade e não colher os frutos da mesma é algo que deve ser levado em consideração. O planejamento de uma clínica é fundamental e deve ser rico em detalhes, embora seja uma atividade relativamente simples. O médico deve ter metas e objetivos definidos e trabalhar sempre para alcançar esses objetivos, mas com controles claros e que devem ser observados diariamente.

Tem algum dado/pesquisa que informe sobre a taxa de médicos brasileiros que vem empreendendo dessa forma, abrindo consultório ou/e clínica?

Empreender em algumas especialidades é questão de sobrevivência. O médico simplesmente não evolui se não tomar a iniciativa de abrir o seu próprio negócio. Muitos médicos tem esse desejo mas acabam ficando em uma zona de conforto e não partem para a ação, embora tenham no papel excelentes ideias. O mais importante é que o médico faça um planejamento de carreira. Hoje vemos vários profissionais que se dedicam a essa atividade e sempre indicamos que o médico procure um coach para direcionar as suas ambições e entender se tem o perfil empreendedor que o mercado exige.

Existem muitas dúvidas dos médicos que desejam realizar mudança profissional – de trabalhador em hospital/laboratório para trabalhar no próprio negócio (consultório/clínica)? Quais as principais?

Devido a alta carga de informação na graduação e na residência os médicos não tem contato com informações básicas de administração de empresas e por isso os médicos tem dúvidas em todas as áreas da gestão. Cada área da gestão tem as suas dúvidas, Financeiro, Tributário, Trabalhista, Marketing e Recursos humanos. O importante nesse momento é que o médico se cerque de bons profissionais para orientá-lo da melhor maneira possível, otimizando assim seus resultados e minimizando seus riscos.

Quais os principais aspectos que ele deve considerar no planejamento inicial?

Além do que foi dito anteriormente sobre o o foco do negócio, localização e público alvo o médico deve fazer um estudo minucioso das possíveis despesas e receitas da clínica, projeção do quanto ira custar esse negócio. Com relação ao recursos humanos deve dimensionar a quantidade funcionários, realizar processos seletivos profissionais, com embasamento e definir cargos e funções para que todos os colaboradores saibam exatamente o por que e para que foram contratados. Por fim, no que tange o marketing o médico deve estabelecer a sua identidade, seus valores, sua missão e qual a sua visão para o seu negócio. Além disso deve implementar rotinas de marketing de relacionamento e dedicar um bom tempo ao seu planejamento de marketing digital, que hoje é a principal fonte de captação de pacientes para uma clínica/consultório médico.

Rodrigo de Carvalho Grossi


Diretor Financeiro medconsulting.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X
Share This